SN-42, Colete a Prova de Balas Russo Segunda Guerra Mundial

Bem diferente dos coletes a prova de balas que conhecemos atualmente, o modelo soviético era uma armadura de aço de 2 milímetros e com peso de 3,5 Kg. Não deveria ser muito agradável trajar um desses, mas evitava ferimentos por perfuração de baionetas, pistolas e sub-metralhadoras.

 

SN-42 (russo: Stalnoi Nagrudnik – Aço bib) é um tipo de armadura corporal desenvolvido pelo Exército Vermelho durante a Segunda Guerra Mundial.  Ela consistia de duas placas de aço estampado que protegiam o torso frontal e virilha, era feita de aço 2 milímetros e pesava 3,5 kg.

Na imagem, um jovem prisioneiro de guerra soviético com uma proteção de aço SN-42 que foi usada por soldados russos durante a guerra entre Finlândia e Russia, que era uma continuação da Guerra de Inverno. Na foto podemos notar eficácia da proteção, o jovem soldado havia sido baleado três vezes no peito e saiu ileso.

 

Colete a Prova de Balas Russo

O SN-42 foi projetado para proteger contra ataques de baioneta, pequenos fragmentos de estilhaços e balas de pistola 9mm com núcleos de chumbo, também fornecendo proteção contra o fogo de uma metralhadora MP-38/40, desde que os disparos fossem feitos a distâncias de 100 a 150m.

Quando a Wehrmacht alterou o fornecimento de cartuchos de 9mm, para um com uma bala com núcleo leve de aço (ferro), O exercito russo foi obrigado a  fazer uma mudança na espessura da proteção, onde a mesma foi alterada para 2,6 mm para a placa no peito. Essa modificação recebeu o nome SN-46.

As estimativas de desempenho dos placas de soldados da linha de frente foram variadas, tantos que os feedbacks foram positivos e negativos.

Colete a Prova de Balas Russo

Para os comandantes de unidades e alguns soldados, o testemunho foi positivo, o peitoral funcionou bem em combates de rua, e que junto do capacete de aço, era um método e confiável de proteção contra baionetas, balas e estilhaços.

Também é necessário destacar o valor moral da proteção. Soldados equipados com as couraças que tinham experimentado a sua fiabilidade, iam para a batalha com calma e segurança.

SN-42 - visão interna
SN-42 – visão interna

Em contrapartida no campo onde as equipes de assalto, muitas vezes teve que rastejar as couraças eram apenas um encargo desnecessário, mesmo tendo uma certa proteção.

 

 

Ricardo Lavecchia

Desenhista, Ilustrador e pesquisador sobre a Segunda Guerra Mundial

Veja também

Sergeant_Luftwaffe.jpg

Uniformes da Segunda Guerra – Segundo Sargento da Luftwaffe – Africa 1943

A Força Aérea Alemã, a famosa Luftwaffe teve seus dias de glória nos primeiros anos …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *