Um resumo da Alemanha na Segunda Guerra Mundial. A Alemanha tornou-se a República Democrática, após sua derrota em 1918. Porém este novo governo passou por várias dificuldades, devido a movimentos de oposição e a complicada situação econômica. Sua moeda, o Marco Alemão, ficou completamente desvalorizada. A miséria e a fome causaram situações próximas aos caos para a classe operária, e com isso, muitos alemães visaram ideais antidemocráticos. Os partidos políticos prometem uma solução. Solução que o povo busca na rua, com seus protestos contínuos e crescentes.

O NSDAP (Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães), de Adolf Hitler, promete às massas a ruptura com o Tratado de Versalhes, além de uma nação com 0% de desemprego e uma Alemanha engrandecida. Naturalmente, a luta pelo apoio do povo está ganha. Nas eleições de 1932, o partido de Hitler obtém 37% dos votos e torna-se o maior partido político representado no parlamento, (com o apoio de industriais, militares e banqueiros).

Em 30 de Janeiro de 1933, o marechal Hindenburg, chefe de estado, nomeia Hitler a Chanceler do Reich. Com a morte do mesmo marechal, Hitler se auto-proclama Fuhrer-chanceler (chefe ou guia) o que lhe permite ter todo o poder concentrado sobre si.

Após romper com a Liga das Nações, por esta não irem ao encontro dos interesses do novo governo, a Alemanha, começa o seu rearmamento.  Outro passo foi a aprovação das leis que combatiam judeus, homossexuais, negros e inimigos políticos do Nazismo (principalmente comunistas e os social-democratas).

Adolf Hitler, o líder da Alemanha na Segunda Guerra Mundial

Adolf Hitler, o líder da Alemanha na Segunda Guerra Mundial

Inicia um período de certa prosperidade, mesmo com a democracia abolida. O governo dá atenção exacerbada à educação juvenil. Hitler e os membros de seu partido se demonstram entusiasmados. Os poucos opositores se mantêm em silêncio, temendo represálias.  A posição racista do governo, que incluía o boicote dos direitos humanos a negros, homossexuais, ciganos e judeus, e deficientes físicos; são aceitos com certa facilidade pela população alemã. Em 1935, são instituídas leis marciais na Alemanha. Só os alemães que tenham o chamado sangue alemão são considerados cidadãos de plenos direitos.
Hitler visa dois grandes objetivos: Criar um povo alemão superior, de raça pura, (ideia oriunda da pseudociência, Eugenia, que teve aplicação prática nos Estados Unidos, em 1909) e a criação de um Grande Império Alemão, para o qual deveria agregar novos territórios.

Em 23 de Agosto de 1939, a Alemanha assina um pacto de não-agressão com a então União Soviética. Em 1 de Setembro de 1939, o exército alemão invade a Polônia, resultando no início oficial da Segunda Guerra Mundial. Essa invasão foi o primeiro passo para a expansão territorial. Em Maio de 1940, a guerra rebenta também no Ocidente: Holanda, Bélgica e França são ocupadas pelo exército alemão.

Molotov (esq) e Hitler em Berlim para negociar a adesão da União Soviético ao Eixo

Molotov (esq) e Hitler em Berlim para negociar a adesão da União Soviético ao Eixo

Em Junho de 1941, a Alemanha invade a URSS, rompendo, o pacto de não-agressão, fixada com esta nação. Considerado por muitos especialistas como o erro maior de Hitler, pois a guerra em duas frentes foi o motivo principal para a derrocada nazista, pois além dos milhões de soldados soviéticos lutando contra os alemães, as batalhas contra a União Soviética custaram muitos recursos.

Quando a operação Overlord tem seu início, a invasão das tropas Aliadas iniciando-se pela Normandia, foi o decreto de derrota à Alemanha e Itália.

Veja também:

Comentários

  1. caraa…. teu site é perfeito. fiz meu trabalho só aquiu. Parabéns!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *