As divisões alemãs na Segunda Guerra Mundial – Divisão militar é uma unidade compostas por Regimentos e brigadas, contendo elementos de uma mesma arma. Pode variar entre 9000 a 20000 militares e é comandada por um General. Durante a Segunda Guerra Mundial, a Alemanha constituiu diversas Divisões e aqui vamos falar delas.

Divisões Alemãs Panzer

Uma Divisão Panzer em 1939 era composta basicamente por:

  • 1 brigada panzer
  • 1 brigada de infantaria blindada,
  • 1 batalhão de reconhecimento blindado (carros blindados e motocicletas),
  • 1 regimento de artilharia (com pelo menos 2 grupos de artilharia),
  • 1 batalhão de engenharia de combate (“pioneiros”) e
  • 1 batalhão antitanque.

A brigada, na organização alemã, normalmente englobava 2 regimentos a 3 batalhões cada. Contudo, nas primeiras divisões Panzer, a brigada Panzer contava com 2 regimentos a 2 batalhões, totalizando 4 batalhões blindados (cerca de 400 tanques).

Divisões Alemãs Panzer

A brigada de infantaria blindada contava apenas com 1 regimento (exceto na 5ª Divisão, que tinha 2) a 2 batalhões, sempre que possível transportados em veículos blindados de meia-lagarta. Após o sucesso na campanha polonesa, deu-se um impulso na expansão da arma Panzer, com a criação de outras 4 divisões (6ª à 9ª). Com essas 10 divisões, a Alemanha conquistou a França.

A composição das divisões para essa campanha variava de uma para a outra (algumas tinham apenas 1 regimento Panzer, ao invés da brigada), mas grandes modificações ocorreriam durante os preparativos para a invasão da Rússia. O número de divisões foi dobrado, com a criação das divisões 11ª a 20ª, com a ressalva de que agora todas contavam apenas com 1 Regimento Panzer (totalizando, em teoria, de 150 a 200 tanques) e 2 regimentos de infantaria blindada (foi extinta a brigada), embora muitas vezes só houvesse veículos blindados suficientes para 1 batalhão.

O regimento de artilharia passou também a contar com canhões autopropulsados. Essa organização praticamente não sofreu mais alterações até o fim da guerra.

O Exército alemão criaria ainda as divisões Panzer 21ª a 27ª, 116ª, 233ª, Lehr (de “Demonstração”),  Clausewitz e Gross Deutschland (Grande Alemanha). Com o sucesso das divisões Panzer, outros braços armados do Reich decidiram criar suas próprias: as SS criariam sete – 1ª, 2ª, 3ª, 5ª, 9ª, 10ª e 12ª – e a Luftwaffe criaria a Divisão Panzer Hermann Goering. Consideradas “de elite”, essas divisões foram organizadas mais ou menos como descritas acima, embora costumassem ser mais fortes (alguns regimentos de infantaria blindada tinham 3 batalhões) e com mais batalhões a elas anexados. Além disso, tinham prioridade e preferência no recebimento de equipamentos, suprimentos e recompletamentos.

Divisões Alemãs Ligeiras

A fim de competir com a expansão da arma blindada dentro do Exército alemão, a tradicional cavalaria alemã decidiu modernizar-se, mecanizando parcialmente seus elementos, daí surgindo as “Divisões Ligeiras”.

Foram organizadas 5 – 1ª à 5ª -, compostas por:

  • 1 ou 2 regimentos de “cavalaria motorizada” (na verdade, lutando como infantes),
  • 1 batalhão Panzer,
  • 1 batalhão de reconhecimento (motociclistas),
  • 1 regimento de artilharia
  • 1 batalhão antitanque.

Após a campanha da Polônia, as 4 primeiras foram convertidas a Panzer, sendo rebatizadas, respectivamente, 6ª à 9ª Panzer.

A 5ª Divisão Ligeira foi criada em 18/02/1941 para compor o Afrika Korps  e sua composição era improvisada:

  • 1 regimento Panzer,
  • 1 regimento de infantaria,
  • 2 batalhões de metralhadoras,
  • 1 batalhão de reconhecimento,
  • 2 batalhões anti-tanque
  • 1 batalhão de artilharia.

Em 01/08/41, ela foi reorganizada e rebatizada 21ª Divisão Panzer.

Divisões Alemãs de Cavalaria

O Exército alemão teve uma única divisão de cavalaria convencional, a 1ª, criada a 25/10/1939, composta por:

  • 1 brigada de cavalaria,
  • 1 batalhão de motociclistas
  • 1 regimento de artilharia.

Após a invasão da Rússia, ela foi retirada e reorganizada como 24ª Divisão Panzer. Porém, as Waffen-SS criaram 4 dessas divisões (8ª, 22ª, 33ª e 37ª).

Divisões Alemãs de Cavalaria

Divisões Alemãs de Infantaria (Granadeiros)

Na nomenclatura militar alemã, o título “Granadeiro” era uma honraria dada às tropas de infantaria que se destacassem. Contudo, Hitler estendeu esse título honorífico a todas as unidades de infantaria do Exército alemão. Portanto, doravante usaremos ambos os termos indistintamente. Essa é a unidade básica de qualquer Exército.

A composição e a finalidade dessas divisões variou enormemente durante a guerra e no Exército alemão elas são uma complicação à parte.

Inicialmente, temos:

  • Divisões de Campanha,
  • Divisões de Reserva,
  • Divisões de Guarnição,
  • Divisões de Segurança,
  • Divisões de Fortificação
  • Divisões de Caçadores (Jäger).

As divisões de campanha compunham-se de:

  • 3 regimentos a 3 batalhões,
  • 1 regimento de artilharia a 4 batalhões (grupos),
  • 1 batalhão de reconhecimento,
  • 1 batalhão anti-tanque
  • 1 batalhão de pioneiros.

Em 1943, em face das terríveis perdas sofridas na frente russa, os alemães alteraram essa estrutura, surgindo as divisões “Tipo 44”. Agora, cada regimento tinha apenas 2 batalhões de granadeiros.

Em 1945, foi estabelecida a divisão “Tipo 45”, que diferia da “44” pelo equipamento: os canhões anti-tanque de 75 mm foram substituídos por “Panzerschrecke” e um batalhão de artilharia de 105 mm foi substituído por um de 75 mm.

Divisões Alemãs Infantaria

Soldado da Volksgrenadier

Em 1944, após o desastre na Normandia, os alemães criaram as divisões “Volksgrenadier” (Granadeiros do Povo), que eram parecidas com as “Tipo 44”, mas diferiam delas em equipamento, tendo uma dotação de “Panzerschrecke” maior e um batalhão de artilharia de 75 mm substituindo um de 105 mm. Além disso, a maioria de seu pessoal era de jovens abaixo de 18 anos e homens mais velhos. Contudo, até o fim da guerra existiram divisões do tipo pré-guerra: a 26ª Divisão – que recebeu o título “Volksgrenadier” como uma honraria, pois não era organizada como tal -, durante a Batalha das Ardenas, tinha o excessivo efetivo de 17.000 homens (quando uma “Volksgrenadier” normal tinha uns 10.000).

O Exército alemão tinha uma peculiar estrutura de recrutamento e treinamento de seus infantes. O “candidato” inicialmente ia para uma unidade “Ersatz” (Recrutas), onde recebia seu treinamento inicial; em seguida, ia para uma unidade “Feldausbildung” (Treinamento de Campanha), onde ele tinha seu treinamento em condições de combate muitas vezes próximo às linhas de frente; freqüentemente, essas unidades eram desmembradas ou mesmo enviadas inteiras para frente numa emergência. Destinavam-se a prover as unidades de campanha com recompletamentos já ambientados e preparados para ação imediata e sua estrutura não era fixa, variando conforme as necessidades.

Havia ainda as Divisões de Reserva, unidades criadas como divisões comuns, mas completamente formadas por recrutas, fazendo todo o seu treinamento como uma divisão completa. Uma vez completado o seu treinamento, ela era “promovida” a divisão de campanha (não apenas de granadeiros). Contudo, muitas vezes, em emergências, elas foram empregadas em linha. Outras vezes, elas eram mescladas com divisões destroçadas para criar novas unidades.

Divisões Alemãs Motorizadas

Para penetrar profundamente em território inimigo, as divisões Panzer não podiam diluir seu poderio guarnecendo os seus flancos expostos. Essa tarefa cabia à infantaria motorizada, que seguia a marcha veloz dos Panzer.

Elas nada mais eram que divisões de infantaria comuns, equipadas com caminhões, motocicletas ou veículos de meia-lagarta.

O Exército alemão chegaria a contar com 11 divisões de infantaria motorizada. Em 1943, elas foram rebatizadas “Panzergrenadier” (Granadeiros Blindados) e reorganizadas.

Divisões Alemãs Motorizadas

Divisões Alemãs Panzergrenadier

As divisões de Panzergrenadier surgiram de uma situação estratégica nova na guerra. Ora, a Alemanha em 1943 passara à defensiva na maioria dos teatros e, embora os princípios da “Blitzkrieg” continuassem válidos, não havia divisões Panzer suficientes, nem recompletamentos para manter todas em condições ideais (especialmente após Kursk), para atender a todas as frentes. Por outro lado, alguns tanques apoiando a infantaria seriam suficientes para escorar uma linha defensiva. Portanto, as divisões de infantaria motorizada foram convertidas em fracas divisões Panzer, pelo acréscimo de um batalhão de tanques.

As novas divisões passaram a ter apenas:

  • 2 regimentos (a 3 batalhões),
  • 1 regimento de artilharia,
  • 1 batalhão Panzer e/ou 1 batalhão de canhões de assalto.

As Waffen-SS chegaram a criar 8 delas (4ª, 11ª, 16ª, 17ª, 18ª, 23ª, 32ª e 38ª).

Divisões Alemãs Panzergrenadier

Divisões Alemãs de “Caçadores” (Jagers)

Inicialmente chamadas “Ligeiras” (não confundir com as divisões da cavalaria mecanizada), essas divisões destinavam-se a combater em região montanhosa, mas sem necessidade de serem plenamente equipadas como uma divisão de montanha.

Ao começar a guerra, havia 4 delas (28ª, 97ª, 100ª e 101ª), formadas por:

  • 3 regimentos a 3 batalhões,
  • 1 regimento de artilharia a 4 batalhões,
  • 1 batalhão de ciclistas,
  • 1 batalhão anti-tanque
  • 1 batalhão de pioneiros.

divisões alemãs - Caçadores - Jagers

O título “Jäger” (Caçador) foi introduzido em junho de 1942. Com o correr da guerra, também elas sofreram redução de efetivo, contando agora apenas 2 regimentos a 3 batalhões e a extinção de um dos batalhões de artilharia.

 

Divisões Alemãs Paraquedistas

As unidades aeroterrestres na Alemanha pertenciam à Luftwaffe (Força Aérea alemã) e não ao Heer (Exército).

Contudo, sua organização não era em nada diferente de uma divisão de infantaria comum:

  • 3 regimentos a 3 batalhões,
  • 1 batalhão de artilharia,
  • 1 batalhão anti-tanque
  • 1 batalhão de pioneiros.

A Alemanha chegou a criar, “no papel”, 11 divisões PQD, embora as divisões 10ª e 11ª fossem amontoados de remanescentes e apenas a 1ª (ex-7ª Aérea) tenha chegado a saltar em combate (na Bélgica, Holanda, Grécia e Creta). A partir de 1944, nem sequer tinham treinamento de salto.

divisões alemãs - Paraquedistas

Divisões Alemãs Aerotransportada

Com o intuito de apoiar as unidades pára-quedistas da Luftwaffe, o Exército alemão efetivou a 22ª Divisão Aerotransportada, organizada com:

  • 3 regimentos a 3 batalhões,
  • 1 regimento de artilharia a 3 batalhões,
  • 1 batalhão anti-tanque, 1 batalhão de pioneiros
  • 1 batalhão de reconhecimento.

Sua tarefa era ser transportada por aviões para a área já controlada pelos pára-quedistas e apoiá-los. Participou, nessa tarefa, da invasão da Holanda.

Divisões da Luftwaffe

Disposto a preservar uma posição importante na hierarquia nazista, Hermann Goering decidiu formar um exército particular, criando as divisões de infantaria da Luftwaffe.

Eram muito mais fracas que as suas irmãs do Exército, pois tinham apenas:

  • 4 batalhões de “caçadores” (“jäger”),
  • 1 batalhão anti-tanque
  • 1 batalhão de artilharia.

Essas “divisões” eram formadas por pessoal excedente das tripulações de terra da Luftwaffe e não tinham qualquer treinamento de campanha. Seu armamento era de todas as procedências possíveis (inclusive francês, tcheco e russo) e seu comando era totalmente inexperiente. Ao todo, foram formadas 21 dessas unidades, que tinham por missão manter linhas defensivas em frentes calmas. Mas acabaram mandadas para frente russa durante as grandes ofensivas soviéticas do inverno 1942/43 e duas delas (7ª e 8ª) chegaram mesmo a participar do ataque para libertar Stalingrado!

divisões alemãs - Luftwaffe

Onde quer que fossem empregadas, demonstravam incompetência e sofriam pesadas baixas. Por fim, em novembro de 1943, elas foram oficialmente transferidas para o Exército e totalmente reorganizadas. Passaram a ser chamadas “Divisões de Campanha da Luftwaffe”, tinham:

  • 3 regimentos a 2 batalhões,
  • 1 regimento de artilharia a 3 batalhões,
  • 1 batalhão anti-tanque,
  • 1 batalhão de canhões de assalto,
  • 1 batalhão de reconhecimento (“fusilier”)
  • 1 batalhão de pioneiros.

Ao todo, 18 divisões foram assim reorganizadas, melhorando seu desempenho em combate. Contudo, a maré da guerra virara contra os alemães e, uma a uma, foram todas dizimadas (exceto a 14ª, que ficou na Noruega). A maioria foi aniquilada ou dissolvida, com seu pessoal transferido para outras unidades.

Divisões Alemãs de Guarnição

Após a campanha da França, os alemães decidiram criar as “Divisões de Guarnição” para ocupar suas conquistas. Essas unidades contavam com:

  • 3 regimentos a 3 batalhões
  • 1 regimento de artilharia a 3 batalhões.

O destaque nessas unidades é que elas eram quase completamente equipadas com material francês capturado. A maioria acabou “promovida” a divisão de campanha e enviada para frente russa. A única exceção foi a 319ª Divisão, uma unidade afortunada, que guarneceu as ilhas do canal da Mancha até o fim da guerra.

divisões alemãs - Guarnição

As Divisões de Segurança eram unidades destinadas a proteger a retaguarda dos exércitos alemães contra as ações dos guerrilheiros. Elas começaram a se fazer necessárias a partir de 1941 e foram criadas tanto na frente russa quanto na França, além de muitos regimentos de segurança independentes. Normalmente eram compostas exclusivamente por infantes (em geral, 2 regimentos a 3 batalhões, mas isso variava muito), não tendo dotação regular de artilharia ou engenharia de combate. Apesar disso, costumava se servir de material capturado (carros blindados, canhões, etc.) e foram as primeiras unidades do exército alemão a aceitar voluntários russos.

O destino dessas unidades costumava ser inglório: ou eram desesperadamente postas em linha diante de uma penetração inimiga (como foi o caso da 201ª Divisão de Segurança, aniquilada durante a “Operação Bagration”) ou eram dissolvidas para fornecer recompletamentos para unidades de campanha.

Divisões Alemãs de Fortificação

Essas eram formações destinadas a defender um determinado ponto “até o último homem” e, portanto, não tinham necessidade nenhuma de mobilidade. Da mesma forma, seu efetivo e composição variavam muito, em função do objetivo a defender.

Normalmente recebiam batalhões de metralhadoras como unidades anexadas e seu pessoal costumava ser de homens de idade mais avançada ou de estrangeiros. Basicamente, compunham-se de 2 ou 3 regimentos de fortificação e 1 regimento de artilharia (nas unidades destinadas ao litoral, essa artilharia era de costa).

Embora não recebessem a designação “Fortaleza”, as divisões da série “700” foram criadas com essa função, embora algumas fossem depois convertidas a divisões de campanha. As divisões 709ª, 711ª e 716ª lutaram na Normandia, sendo a primeira e a última aniquiladas nessa campanha.

Divisões de Montanha

Essas unidades eram organizadas, equipadas e treinadas para atuar em região de montanha. Ao começar a guerra, a Alemanha contava com:

  • 3 dessas divisões, organizadas com 3 regimentos de 3 batalhões (exceto a 3ª, que só tinha 2 regimentos),
  • 1 regimento de artilharia de montanha a 4 grupos (batalhões),
  • 1 batalhão anti-tanque,
  • 1 batalhão de pioneiros
  • 1 batalhão de reconhecimento.

divisões alemãs - Montanha

Ao longo da guerra, mais 7 dessas unidades foram criadas (4ª, 5ª, 6ª, 7ª, 8ª (ex-157ª), 9ª e 188ª), agora todas reorganizadas com apenas 2 regimentos a 3 batalhões (demais unidades, como acima), exceto a 188ª, que tinha 4 regimentos e não tinha o batalhão anti-tanque nem o de reconhecimento.

As Waffen-SS chegaram a criar 6 delas (6ª, 7ª, 13ª, 21ª, 23ª – essas duas últimas acabaram dissolvidas – e 24ª).

Divisão Alemãs de Esquiadores

Face às peculiaridades da guerra de inverno na frente russa, os alemães criaram a 1ª Divisão de Esquiadores. Foi criada a 02/06/1944 e continha:

  • 2 regimentos de esquiadores a 3 batalhões,
  • 1 batalhão de reconhecimento,
  • 1 regimento de artilharia com 3 grupos,
  • 1 batalhão anti-tanque,
  • 1 batalhão de artilharia de apoio
  • 1 batalhão de pioneiros.

Divisões Alemãs de esquiadores

Divisões Navais

Em fevereiro de 1945, com a guerra chegando ao fim, foram criadas as divisões navais, unidades que empregavam o pessoal naval agora ocioso. Contavam com:

  • 3 regimentos a 2 batalhões,
  • 1 regimento de artilharia,
  • 1 batalhão de reconhecimento,
  • 1 batalhão antitanque
  • 1 batalhão de pioneiros.

A composição podia variar ligeiramente, mas o mais certo é que não passavam de unidades improvisadas, formadas no caos e desespero dos últimos meses da guerra.

Divisões de Artilharia

Embora não fosse prática no Exército alemão ativar divisões de artilharia, algumas foram localmente organizadas por comandos de Grupos-de-Exércitos.

Normalmente não passavam de comandos unificados para vários batalhões de artilharia independentes. A única exceção foi a 18ª Divisão de Artilharia, criada a 01/10/1943, que compunha-se de 3 regimentos a 3 batalhões de artilharia, 1 batalhão de artilharia anti-aérea e 1 batalhão de infantaria. Contudo, a experiência não parece ter dado certo, pois a divisão foi dissolvida em menos de um ano, a 27/08/1944.

divisões alemãs - artilhariaO Exército alemão criaria ainda uma miríade de unidades dos mais variados tipos e tamanhos, mas, em nível de divisão, o que está dito acima basta para se ter uma boa idéia da composição dessas unidades.

Também, é importante observar que o fato de um determinado regimento ou batalhão ser identificado como pertencente a uma divisão não significa que isso seja verdade em qualquer momento da guerra, nem que uma determinada divisão tenha lutado por toda a guerra com a mesma denominação. Era prática na Alemanha que, sempre que uma nova divisão era criada, um regimento de uma divisão já existente era retirado dela para dar à nova divisão um núcleo de veteranos. Da mesma forma, uma divisão podia ser modificada em sua composição e em sua finalidade ao longo da guerra (por exemplo, a 4ª Divisão de Infantaria foi transformada em 18ª Divisão Panzer em 08/1940, com partes da 14ª DI; ela então tinha 2 regimentos Panzer (18º e 28º), que foram minguando até só restar 1 batalhão; em 09/43, ela foi reestruturada como 18ª Divisão de Artilharia, sendo afinal dissolvida).

O regimento de infantaria Gross Deutschland foi transformado em Divisão de Infantaria Gross Deutschland em maio de 1942; em maio de 1943 foi “promovida” a Panzergrenadier, mas, como ela recebeu um regimento Panzer inteiro a 2 batalhões (e o 1º era equipado com Panteras), ela era, de fato, uma divisão Panzer.

A 1ª Divisão SS em Kursk tinha um regimento panzer completo, reforçado com uma companhia de Tigres; e mesmo assim, era chamada então “Panzergrenadier”.

A 91ª Divisão de Infantaria tinha uma organização normal do Exército, mas recebeu o título “Luftwaffelande”. Ela seria uma divisão especialmente treinada para combater pára-quedistas inimigos (?), mas foi destruída na Normandia pelas tropas aeroterrestres estadunidenses.

A 21ª Divisão Panzer, enquanto atuou na África do Norte, compunha-se dos regimentos 5º Panzer e 47º e 104º Panzergrenadier; quando foi reconstituída após a sua destruição em maio de 1943, ela passou  a ser composta pelos regimentos 100º Panzer e 125º e 192º Panzergrenadier.

Sendo assim, é necessário cuidado na hora de definir a composição de uma divisão, pois ela podia variar muito.

Todas as unidades do Exército Alemão na Segunda Guerra

YouTube

By loading the video, you agree to YouTube’s privacy policy.
Learn more

Load video

You may also like

Comments

  1. acredito que a intolerancia a falta do conhecimento da palavra de DEUS fizram que esta fatalidade acontecesse. meritos honrarias para anbos os lados de homens que lutavam não so por sua patria mas por ideais ainda obscuros quem sabe suas proprias vidas pois so sabe oque é uma gerra quem viu uma dela e viveu perto de tal o homem que se julga tão sabio tão senhor de si se atropela no seu proprio ego e comete atrocidades que deixam marcas tão profundas que nem o tempo pode apagalas o pior é que ate os dias de hoje no seculo XXI nos os homens não apreendemos que a vida é o bem mais precioso que nosso DEUS JEOVA nos deu e so ele pode nos privar deste privilegio que JEOVA DEUS abite o coração de todo homem e lhe de sabedoria para que algo como isto jamais aconteça.wagner kreb filho de um alemão neto de alemaes bisneto e tataraneto peço-lhes perdão…

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *