A Austrália na Segunda Guerra Mundial, embarcou em apoio ao Reino Unido. As forças australianas combateram no Mediterrâneo entre 1940 e 1941. As operações Compass, as campanhas nos Bálcãs, a campanha Sírio-Libanesa, a batalha de Creta e a segunda batalha de El Alamein foram suas participações.

O partido no comando da Austrália na segunda Guerra Mundial, era o Partido de John Curtin. A guerra teve aproximação da Austrália, quando o navio Sydney e o cruzador alemão Kormoran se enfrentaram, resultando no afundamento de ambos na costa oeste australiana. Cerca de 645 australianos morreram no naufrágio.

Devido os Ataques a Pearl Harbor, em 1941, o então Primeiro-Ministro, John Curtin cometeu um erro traumatizante, ao mover as tropas que estavam na Europa para lutar no Pacífico.

John Curtin - Primeiro Ministro da Austrália na Segunda Guerra Mundial

John Curtin – Primeiro Ministro da Austrália na Segunda Guerra Mundial

Cerca de 15000 soldados australianos foram capturados na Batalha de Cingapura em 12 de Fevereiro de 1942. Resultando numa das maiores derrotas para o Reino Unido, onde cerca de 85.000 soldados Aliados combateram 36.000 soldados Japoneses.

Tropas japonesas marcham por Singapura - Austrália na Segunda Guerra Mundial

Tropas japonesas marcham por Singapura – cerca de 5000 soldados Aliados morreram e 80.000 foram feito prisioneiros

Dias depois a cidade de Darwin, no norte australiano, foi bombardeada por tropas japonesas. O pânico foi geral entre uma população que jamais tinha sofrido ataques em seu território. Este seria apenas o primeiro de ao menos 100 ataques seguintes. Darwin, que em 1942 tinha uma população oficial de 2.000 pessoas, era uma posição estratégica possuindo um porto naval e uma base aérea. Apesar de ser um alvo relativamente pouco significante, foram lançadas mais bombas sobre a cidade australiana do sobre Pearl Harbor. 

Explosão num depósito de combustível estadunidense durante a batalha de Darwin

Explosão num depósito de combustível estadunidense durante a batalha de Darwin

A sensação de segurança veio com o acordo entre a Austrália e os Estados Unidos, que resultou na mobilização das forças estadunidenses no Sudoeste Pacífico para que ocupasse a terra do Canguru.

Vitórias da Austrália na Segunda Guerra Mundial na Nova Guiné e em Bornéu trouxeram moral às tropas, vingando o embate em Cingapura.

Com o término dos conflitos, houve uma grande imigração européia para Austrália. Este período foi caracterizado por um bom crescimento econômico devido a busca por seus recursos naturais.

Veja também:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *