Victório Nalesso – Veterano da Força Expedicionária Brasileira

[tabs type=”horizontal”][tabs_head][tab_title]Dados[/tab_title][/tabs_head][tab]
Nome: Victório Nalesso
Nascimento: 04/07/1922
Cidade: Itapetininga
Estado: SP
Regimento: 11º Regimento de Infantaria
Companhia:
Posto: Soldado
Embarque: 22/09/1944
Retorno: 17/09/1945[/tab][/tabs]

História: Nascido no bairro da Chapadinha, Itapetininga, SP, a 4 de julho de 1922. Filho de Sr. Moysés Nalesso e de D. Anna da Conceição. Veterano da II Guerra Mundial, o Sr. Victório Nalesso ingressou no Exército Brasileiro em 29 de fevereiro de 1944 no 5º Batalhão de Caçadores, em Itapetininga, SP. Nesta unidade prestou o serviço militar inicial e como voluntário foi aceito para integrar a Força Expedicionária Brasileira (FEB), sendo então transferido para o 6º Regimento de Infantaria e desta unidade para o 11º Regimento de Infantaria, com destino ao teatro de operações da Itália, no segundo escalão da FEB, em 22 de Setembro de 1944.

Participou de vários combates, dentre eles, Monte Castello e Montese, bem como assistiu a espetacular rendição da 148º Divisão Alemã Panzer em Collechio-Fornovo. Retornou ao Brasil em 05 de setembro de 1945. Da sua participação na II Guerra Mundial, foi condecorado com a medalha de Campanha. É cidadão honorário de Montese, na Itália e sócio benemérito do Instituto Histórico Geográfico e Genealógico de Itapetininga.

Co-autorou o livro “Diário de um Combatente” (Regional, 2005). Em 28 de Agosto de 2011, foi aclamado Patrono do Portal dos Ex-Combatentes de Itapetininga e, a 2 de junho de 2012, teve sua história de vida publicada em capítulo no livro ITAPETININGA: Heróis Feitos e Instituições (Regional, 2012). A turma de Atiradores do TG 02-076, do ano de instrução de 2012, prestou-lhe uma homenagem ao tomá-lo como patrono da turma “Sentinela dos Campos de Itapetininga”.

Em 5 de novembro de 2013, nas comemorações do 243º aniversário do Município de Itapetininga, recebeu Victório Nalesso a honrosa comenda Medalha Mérito Itapetiningano. Já em 8 de maio de 2015, por ocasião das comemorações dos 70 anos do Dia da Vitória, foi ele agraciado com a Medalha da Vitória do Ministério da Defesa, ao lado de seu companheiro itapetiningano da FEB, pracinha Argemiro de Toledo Filho. Casado com a senhora D. Lucinda Nunes da Costa Nalesso (in memoriam), ele têm os filhos Ana Nunes, Cleide e João Mateus, os netos Marcelo, Adriana, André e Lídia e os bisnetos Pietro, Cauan e Ettore.

Fonte: Prof. Jefferson Biajone (Portal Ex-Combatentes de Itapetininga/SP)

Veja também:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *