Biografias da Segunda Guerra – Franklin Roosevelt

Franklin Delano Roosevelt nasceu em Nova Iorque no dia 30 de Janeiro de 1882.

Em 1904 formou-se na Universidade de Harvard. Em 1905 casou-se com Anna Eleanor Roosevelt, uma prima distante, com quem teria 6 filhos:

  • Anna Eleanor Roosevelt
  • James Roosevelt
  • O primeiro Franklin Delano Roosevelt Jr. (que falecera aos 8 meses de idade)
  • Elliot Roosevelt,
  • O segundo Franklin Delano Roosevelt, Jr.,
  • John Aspinwall Roosevelt

Em 1908 formou-se pela Escola de Direito de Columbia, em seguida trabalhou numa grande empresa de Wall Street.

Em 1910 elegeu-se senador em Nova Iorque. Ocupou o cargo de subsecretário da marinha nos mandatos do presidente Wilson, de 1913 a 1921.

Trabalhou arduamente para conseguir aumentar a eficiência da marinha na Primeira Grande Guerra.

Em 1921, aos 39 anos, Roosevelt passou a sofrer de poliomielite, – também chamada de paralisia infantil – fato que o fez depender de uma cadeira de rodas para a locomoção. Apesar de não poder mais andar por si somente, ele esforçou-se ao máximo para manter a deficiência longe dos olhos do público. Não permitia ser fotografado usando a cadeira de rodas, e em suas aparições públicas sempre surgia sendo auxiliado discretamente por algum guarda-costas. Ainda hoje somente se conhece duas fotos de Roosevelt numa cadeira de rodas.

Em 1928, foi eleito governador do estado de Nova Iorque. E finalmente, em 1932, ascendeu a presidência dos Estados Unidos.

Quando assumiu a presidência em 1933, Roosevelt se viu diante de um país em frangalhos. Milhões de famintos, todos os bancos falidos, e as perspectivas para a indústria e a agricultura eram péssimas.  A causadora de todo esse quadro nefasto foi a crise de superprodução e da quebra da Bolsa de Nova York, iniciada em 1929.

Roosevelt contornou essa crise, e com isso fortaleceu o capitalismo no país. Em 1935, o país recuperava-se, porém os empresários e banqueiros se voltaram contra a política do presidente. Estes detestavam as concessões aos trabalhadores e se horrorizavam com os déficits no orçamento. Roosevelt respondeu a essa ganância com impostos maiores aos ricos, controle sobre os bancos e empresas de utilidade pública, um vasto programa de ajuda aos desempregados e um novo programa de reformas: o seguro social.

Em 1936 foi reeleito ao cargo de presidente. Após oito anos no comando do país estadunidense, Roosevelt foi além e concorreu nas eleições de 1940. O resultado foi uma vitória para seu terceiro mandato.

Em 1939, com o estouro da Segunda Guerra Mundial, Roosevelt usou sua influência para minimizar a agressão do Eixo, e estabelecer boas relações diplomáticas com outros países do continente americano. Estabeleceu um grande programa de rearmamento, o recrutamento e proveu o fornecimento de armas aos Aliados.

Declarou que os EUA seria um arsenal da democracia. Roosevelt almejava a entrada dos Estados Unidos na guerra ao lado dos Aliados. Muito mais que ódio a Hitler, Roosevelt intentava fazer dos Estados Unidos uma potência mundial.

A opinião pública era contrária a declaração de guerra, porém o ataque japonês à base de Pearl Harbor trouxe uma mudança drástica nesse quadro. As mortes ocorridas em Pearl Harbor em 1941 chocaram a opinião pública, então os EUA declararam guerra ao Eixo.

Roosevelt e Churchill, seu grande amigo

Roosevelt tomou a si o comando da guerra. Participou das conferências de Washington, em 1942, e de Casablanca em 1943, para planejar o combate no Mediterrâneo; nas conferências de Quebeque, Cairo e Teerã, em 1943; e de Ialta em 1945, onde foram feito os preparativos finais para a vitória Aliada.

Em 1944, fortemente apoiado pela opinião pública por suas medidas na Segunda Guerra Mundial, Roosevelt foi eleito a presidente dos Estados Unidos pela quarta vez. E com a aproximação do final da guerra, sua saúde ficou debilitada e no dia 12 de abril de 1945, faleceu vítima de uma hemorragia cerebral, aos 63 anos.
Para a maioria dos historiadores estadunidenses, Franklin Delano Roosevelt foi o maior estadista dos Estados Unidos. Ele contribuiu para que os estadunidenses recuperassem a fé, levando esperança com sua promessa de ação rápida e forte, declarando em seu discurso de posse: “A única coisa que devemos temer é o medo”.

Imagens de Roosevelt

sobre André Almeida

Psicólogo, pós-graduado em Psicopedagogia & Neurociência e entusiasta acerca da Segunda Guerra Mundial. Escreve no Ecos da Segunda Guerra sob a perspectiva de compartilhar um pouco do que foi a maior guerra da humanidade na era moderna. Busca por conteúdos que retratem a história e também revelem o quão intrigante foi os detalhes que compuseram esse conflito de proporção mundial.

Veja também

Adolf Eichmann – O Homem responsável pela Logística do Holocausto

Karl Adolf Eichmann, filho de Karl Adolf Eichmann e Maria, nasceu no dia 19 de …

Biografia de Adolf Hitler, o Führer da Alemanha Nazista

Prefácio Falar da vida de Adolf Hitler sem associá-lo a Segunda Guerra Mundial é como …

Sem comentários

  1. Em 1921, aos 39 anos, Roosevelt passou a sofrer de poliomielite, – também chamada de paralisia infantil – fato que o fez depender de uma cadeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *